Apenados trabalham na limpeza de escolas e prédios no Vale do Taquari

Servidores e pessoas privadas de liberdade dos presídios de Encantado e de Arroio do Meio estão atuando em diversas frentes

Publicado por
13:07 - 23/11/2023

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
Apenados trabalham na limpeza de escolas e prédios no Vale do Taquari

Foto: Divulgação/Susepe

Desde o último domingo (19), a Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe), por meio da 8ª Delegacia Penitenciária Regional, participa do Gabinete de Crise no Vale do Taquari, para prestar apoio às comunidades que têm sido afetadas pelos temporais que atingiram a região.

Servidores e pessoas privadas de liberdade dos presídios de Encantado e de Arroio do Meio estão atuando em diversas frentes, como limpeza de ruas e estabelecimentos, além da reconstrução de escolas, postos de saúde e hospitais. As ações acontecem principalmente nas cidades de Roca Sales, Muçum, Encantado e Lajeado.

Para o secretário de Sistemas Penal e Socioeducativo, Luiz Henrique Viana, a mobilização é de grande importância para o Estado. “Vivemos um momento muito difícil, diante dos eventos climáticos severos, e em que toda ajuda é necessária e bem-vinda. O trabalho dos policiais penais e dos apenados tem sido um grande apoio na retomada das famílias que residem nos municípios atingidos”, afirmou.

Na última terça-feira (21), por exemplo, 11 presos e cinco servidores foram deslocados para efetuar a retirada de entulho de uma escola estadual em Muçum. Já nesta quarta-feira (22), 14 apenados e sete policiais penais atuam na limpeza de escolas municipais de Encantado e Arroio do Meio. O apoio da Susepe se estenderá até o final da semana e terá como prioridade o auxílio na faxina e na organização das escolas do Vale do Taquari, para que as mesmas possam retornar às suas atividades no menor tempo possível.

Foto: Divulgação/Susepe

O superintendente dos Serviços Penitenciários, Mateus Schwartz dos Anjos, lamentou que a região esteja passando, pouco tempo depois, pelo mesmo drama, em virtude do impacto das enchentes. “Aquela tragédia abalou todo o povo gaúcho. Houve uma grande mobilização de solidariedade para a reconstrução do Vale do Taquari e, agora, estamos vivendo isso novamente. Estamos mobilizando toda a nossa estrutura e capacidade para auxiliar as vítimas das enchentes”, finalizou.

Desde que o Vale do Taquari foi atingido pelas enchentes, ainda no mês de setembro, a Susepe já disponibilizou, aproximadamente, 1.000 apenados e 400 servidores para auxiliar nos municípios de Lajeado, Venâncio Aires, Roca Sales, Encantado, Arroio do Meio, Muçum, Rio Pardo e Cruzeiro do Sul. Também foram mobilizados agentes e pessoas privadas de liberdade das demais regiões penitenciárias, que participaram por meio de um mutirão de limpeza e da doação de itens produzidos pelos custodiados, como pães, esteiras térmicas e barras de sabão.

Segundo a delegada penitenciária da 8ª Região, Samantha Longo, “a participação das equipes da Polícia Penal em eventos climáticos como o que estamos testemunhando agiliza o retorno às atividades, levando normalidade o quanto antes à população, diminuindo os transtornos causados e inserindo o sistema prisional no trabalho de gerenciamento das crises, em auxílio às demais instituições”.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp