Buscas a criminosos que assaltaram carro-forte seguem uma semana depois

0
4433

Uma semana após o ataque ao carro-forte no km 198 da BR 470, entre Bento Gonçalves e Veranópolis na manhã de terça-feira, dia 6 de fevereiro, a busca aos criminosos segue na região de Monte Belo do Sul e Santa Tereza a pelo menos três integrantes da quadrilha que ainda estão nas matas da região.

Após explodirem o carro-forte e fugirem por estradas vicinais, em direção a Verissímo de Matos, Linha Alcântara, Vale Aurora, os criminosos renderam uma família e roubaram um C4 e uma Montana na localidade de Nossa Senhora do Caravaggio, interior de Monte Belo do Sul, cerca de 8 km do trevo de acesso ao município na ERS-444 onde tinha uma barreira policial e houve troca de tiros entre policiais e bandidos.

Polícia articula estratégia para prender bandidos (Foto: divulgação)
Montagem: Airton Ferreira

Numa rápida ação da Brigada Militar, Polícia Civil e Polícia Rodoviária Federal, três criminosos identificados como Marcelo Veloso da Silveira, de 35 anos, Luigi Pereira da Silva, de 20, e Fernando Toledo Bastos, de 35 anos foram presos no dia do assalto e R$ 828 mil recuperados, além de uma grande quantidade de armas. Os presos foram encaminhados para a delegacia de Bento e foram transferidos para Porto Alegre na quarta-feira, dia 7, devido ao caso ser investigado pelo Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic). Outros dois bandidos fugiram pela rodovia estadual na Montana roubada, foram até o interior de Garibaldi, ficaram durante 24 horas no mato, renderam um casal e obrigaram a levá-los até Viamão. Outros quatro fugiram para o matagal.

Ele foi preso em uma casa abandonada

Na madrugada de domingo, dia 11, um quarto integrante da quadrilha, identificado como Salomão Rodrigues Wedy, de 45 anos foi preso. Ele foi localizado em uma residência abandonada às margens da ERS-444, já no município de Santa Tereza, aproximadamente 10 km de onde ocorreu o confronto entre policiais e bandidos no dia do assalto.

Bastante debilitado, ele estava desarmado e afirmou ter perdido a arma depois de confrontar com os policiais. Provavelmente o fuzil 762 que foi encontrado na tarde de sábado, dia 10 seria do criminoso.

Busca por três bandidos que estão na mata seguem durante 24 horas por dia (foto: divulgação)

A polícia monta estratégia diariamente para capturar outros três integrantes que estão nas matas. No início da madrugada desta terça-feira, dia 13, os policiais observaram rastros do trio. A Brigada Militar cercou uma casa onde estava um dos criminosos mas ele conseguiu fugir. Ainda conforme a polícia, os bandidos abordaram moradores da região exigindo comida e celulares. O cerco é feito em uma região de aproximadamente 20 km.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.