Bento Gonçalves comemora 128 anos de emancipação

0
435
A programação abre oficialmente hoje às 17h na Via Del Vino (Foto: Reprodução)

Há 128 anos, no dia 11 de outubro, Bento Gonçalves se emancipou administrativa e politicamente. Para comemorar, a prefeitura promove uma série de atividades alusivas ao aniversário da Capital da Uva e do Vinho, envolvendo todas as secretarias e a comunidade, que contará com atrações nos diversos setores, como saúde, agricultura, turismo e cultura.

O período reserva, ainda, a inauguração de uma série de obras públicas. A programação abre oficialmente hoje às 17h na Via Del Vino.

Para o historiador Itacyr Giacomello, os 128 anos de Bento Gonçalves representam o desenvolvimento e a evolução nos diferentes setores. “Eu acredito que esses 128 anos é um parâmetro do progresso, da evolução, do desenvolvimento nos diferentes setores de atividade da cidade. Começamos com o setor vitivinícola, depois vieram os móveis e o desenvolvimento do turismo, que vem alavancando ainda mais a expansão do município através de inúmeros visitantes de todos os estados brasileiros e até do exterior”.

Giacomello projeta que futuramente a cidade sofrerá com o crescimento populacional e enfrentará problemas principalmente relacionados ao trânsito: “Acredito que no futuro, Bento terá muitos problemas no trânsito, pois a cidade cresceu e o desenvolvimento foi muito maior do que a evolução do próprio município. Não só no trânsito, mas acredito que até no número de habitantes poderemos ter problemas no futuro.”

O presidente do Sindilojas Regional Bento e vice presidente da Federação do Comércio de Bens e de Serviços do Estado do Rio Grande do Sul (Fecomércio-RS), Daniel Amadio, acredita na prosperidade do município e no trabalho incansável das lideranças. “Quero desejar parabéns para toda a cidade, para os cidadãos, para as lideranças, desejar vida próspera, vida longa à Bento e que possamos sempre comemorar com muita organização, com muito carinho o amor que temos por nossa terra, Bento Gonçalves.”

Amadio projeta para o futuro, uma cidade pujante economicamente, segura e fortemente turística. “Gostaria que Bento seguisse os moldes de hoje, com uma economia pujante, uma cidade fortemente turística, um lugar onde as pessoas se sintam tranquilas e seguras em viver. Espero realmente que possamos colher um resultado melhor daquilo que temos hoje”.

A professora e historiadora Assunta De Paris, resgata um pouco da história do município:
Seu primeiro nome CRUZINHA, de 1870 até 1884. COLÔNIA Dona Isabel, de 1884 a 1890, QUARTO DISTRITO DE São João de Monte Negro, como nome de Colônia Dona Isabel.
Pelo Acto 474 de 11 de outubro de 1890, assinado pelo então governador do Estado, o General Cândido Costa, a Colônia Dona Isabel foi elevada a município com o nome de Bento Gonçalves, em homenagem ao chefe da Revolução Farroupilha, Bento Gonçalves da Silva.

Em 1901, foi lançada a primeira pedra do edifício municipal, inaugurado em 20 de setembro de 1902. No dia 26 de dezembro de 1916 foram abertas as propostas para a construção do ramal férreo e em 10 de agosto de 1919 chega o trem em Bento Gonçalves.

Em 1922 é ampliada a Igreja Matriz Santo Antônio, concluída em 1923, sendo praticamente a atual Igreja. O Padre Antônio Zattera construiu a torre da Igreja Matriz em 1933. Por ocasião do 50° aniversário da Paróquia em 1934, obtém o decreto da elevação da Matriz para Santuário Diocesano de Santo Antônio.

O primeiro Prefeito de Bento Gonçalves, permaneceu no poder 32 anos. Foi o Coronel Joaquim Barques de Carvalho Junior. Em 1935 assume o poder da Prefeitura o 5° Prefeito eleito. O Sr. Augusto Pasquali, que permaneceu de 1935 a 1937.

No ano de 1941, “A Grande Fábrica de Acordeões Todeschini” de Luiz Matheus Todeschini estava tomando impulso. As mais modernas máquinas eram importadas da Europa. Iniciou-se mais uma produção em grande escala. As “gaitas” passam a ser exportadas para o Chile, Argentina, México e América do Norte, além de abastecer o mercado brasileiro.

A rede elétrica, em 1940, estende-se aos bairros e localidades do interior. A agricultura vai sendo substituída pela indústria, que aos poucos diversifica sua produção, gerando mais empregos. No inicio da década de 1950, o município apresentava uma população de 23.440 habitantes, destes 6.380 eram urbanos e 17.060 rural.

Na década de 70 a cidade vai ficando semelhante aos centros urbanos, o comércio vai padronizando os costumes. Uniformizando gastos, é conhecido nacionalmente pela FENAVINHO, que na sua trajetória guarda lembranças de seus antepassados. A década de 70 foi marcante na história de Bento Gonçalves. Tudo mudou graças ao povo trabalhador e as lideranças.

Programação dos 128 anos
As atrações começaram hoje, às 8h30, com a entrega das medalhas dos Jogos da Primavera, no Salão Nobre da Prefeitura, e às 17h, abre oficialmente a programação, na Via Del Vino.

No dia 12, oficina de pintura, sessão de cinema, apresentações musicais, brincadeiras, entre outras atividades estarão presentes no Dia da Criança na Praça CEU, a partir das 13h. A programação conta também com a participação especial da Orquestra de Brinquedos, projeto do músico Yanto Laitano, que apresenta um espetáculo com músicas inteiramente tocadas por instrumentos de brinquedo.

Já na próxima semana, no dia 17, será inaugurado o Centro de Atendimento ao Turista (CAT), em Tuiuty. No dia 18, será inaugurado o Laboratório de Patologias e Análises Clínicas, na UPA 24h, às 16h30, e feita a entrega dos certificados do “Projeto Bento + Vida – Seu filho em segurança” às profissionais da Educação Infantil, no Ginásio de Esportes, às 18h.

No dia 20, o Ceacri Carrossel da Esperança, localizado no bairro Municipal, também será inaugurado, às 10h.

A programação culmina com o início da Festa Nacional da Música, no dia 21, com o Festival Promessas na Rua Coberta. A atração reunirá grandes nomes do gênero gospel como Ton Carfi, Preto no Branco, Daniela Araújo, Eli Soares e Davi e Verônica Sacer, entre outros.

Resumo da programação
Dia 11 – Abertura da programação
8h30 Entrega de medalhas dos Jogos da Primavera. Local: Via Del Vino
17h Cerimônia de comemoração aos 128 anos de Bento Gonçalves. Local: Via Del Vino
Dia 12: 13h – Dia das crianças Praça CEU- Bairro Ouro Verde
Dia 15: 18h – Entrega das pavimentações das Ruas Amos Perissutti, José Benedetti, Arlindo Franklin Barbosa e Nelson Carraro . Local: Nelson Carraro
Dia 16: 17h – Entrega das academias dos bairros Fenavinho, Municipal, Conceição, Praça Vico Barbieir e Ginásio Municipal de Esportes- Local: Bairro Fenavinho- Rua Sete de Setembro esquina com Frederico Grando.
Dia 17: 17h – Inauguração do CAT Tuiuty
Dia 18: 18h – Entrega de certificados do projeto Bento + Vida- Seu filho em segurança Local: Ginásio Municipal de Esportes.
Dia 19: 17h – Inauguração do Laboratório de Patologias e Análises Clínicas- Local: Bairro Botafogo, junto a UPA.
Dia 20: 10h – Ceacri Municipal
Dia 21: Festa Nacional da Música

128 ANOS: VALORIZAÇÃO DAS AGROINDÚSTRIAS FAMILIARES

Bento Gonçalves, por meio da valorização da agricultura familiar, tem se consolidado como um dos municípios que mais possuem agroindústrias do Estado e é referência em questões de desburocratização, fiscalização e organização na área.

O incentivo à produção das agroindústrias familiares é uma marca da atual gestão. Em 2013, o Programa Municipal de Agroindústria Familiar (PMAF) foi instituído por meio da Lei Municipal nº 5.553, com o intuito de apoiar os pequenos empreendimentos rurais pelo processo de legalização e atividades de incentivo e divulgação.

No mesmo ano, outro importante passo foi dado: a criação do Selo Sabor de Bento. O selo que criou uma marca para os produtos locais, gerando uma identificação da comunidade, tem por finalidade agregar valor aos produtos e estimular o consumo, por meio da certificação de qualidade. Atualmente, 25 agroindústrias integram a iniciativa e mais seis estão em processo de regulamentação.

De forma a qualificar os agricultores, gerando uma fonte de renda e garantindo a sua permanência e de seus sucessores no meio rural, também foi criado o Programa Municipal de Qualificação Rural. Somente neste ano, mais de 270 moradores do interior participaram dos 20 cursos ofertados pela Secretaria da Agricultura em parceria com entidades. As capacitações abrangeram as áreas de informática, gastronomia e floricultura.

Outro projeto que valoriza a matéria-prima mais apreciada da região é a regularização de agroindústrias que produzem vinho colonial. A partir da iniciativa, os produtores podem comercializar a bebida em feiras, cooperativas ou na própria propriedade, apenas com o talão de produtor rural, sem a necessidade de abrir uma empresa. Bento Gonçalves foi a primeira cidade do Estado e uma das pioneiras no Brasil a legalizar um estabelecimento neste âmbito.

Com o objetivo de dar visibilidade aos produtos, a Prefeitura também dispõe de espaços para sua comercialização. Após a revitalização da Casa do Vinho, o espaço passou a abrigar artesanatos e produtos das agroindústrias locais, além da comercialização em feiras municipais e no Brique Colonial.

Assista o vídeo oficial do aniversário da cidade:

Imagens de alguns pontos turísticos do município:

Ouça o historiador Itacyr Giacomello e o presidente do Sindilojas Regional Bento e vice presidente da Fecomércio-RS, Daniel Amadio:

Confira a palavra do secretário de turismo de Bento Gonçalves, Rodrigo Ferri Parisotto, pela passagem dos 128 anos da cidade e a projeção para o futuro:

Compartilhar

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.