Acusado de homicídio de ex-companheira é condenado a 20 anos de prisão em Bento

0
388

Após audiência judicial realizada no Fórum de Bento Gonçalves nesta quinta-feira (14), o juri condenou Adriano Adilio do Amaral a cumprir uma pena de 20 anos de reclusão em regime fechado pelo homicídio da sua ex-companheira, Dorisete De Biasi.

O crime aconteceu no final de agosto de 2012, quando Dorisete foi raptada por três homens encapuzados, no momento em que saía para trabalhar, às 6h, no Loteamento Cembranel, em Bento Gonçalves. O corpo foi localizado no final da manhã do dia seguinte, na localidade de Tamandaré, em Garibaldi.

O ex-companheiro da vítima, Adriano Adilio do Amaral, acabou confessando o crime, dizendo que matou Dorisete por ciúmes, em virtude de não aceitar o fim do relacionamento. Ele havia contratado dois homens, pagando R$ 2 mil a cada um, pelo crime. Um dos contratados foi preso.

O comparsa, identificado como Sidnei Alves da Silva, também foi condenado. O acusado, que já cumpre pena em regime fechado, cumprirá outra sentença de dois anos e seis meses em regime aberto pela participação do homicídio.

Foto: Arquivo/Leouve

 

LEAVE A REPLY