Acusações geram polêmica nas eleições da Amob Campos da Serra, em Caxias

0
432
bairro Campos da Serra (foto: reprodução redes sociais)

As eleições da União das Associações de Bairros (UAB) e das Associações dos Moradores dos Bairros (Amob) ocorrem no dia 2 de junho, das 128 Amobs cadastradas junto a UAB, 13 tem chapas de situação e oposição, uma delas é no bairro campos da serra.

Na última sexta-feira (17), foi veiculado pela Rádio Viva, no programa Bom Dia Trabalhador durante uma entrevista realizada pelo apresentador Sinval Paim com o presidente da Comissão Eleitoral da UAB, Vitor Hugo Gomes, um áudio da atual presidente da Amob Campos da Serra, Janaína dos Ouros, fazendo alguns ataques à candidata da oposição. Dentre as falas da atual presidente e também candidata a reeleição, ela cita que a candidata da oposição, Fabiane Rodrigues, “teria processos que impediriam a sua candidatura” e também que “ela inscreveu na chapa uma pessoa que não é moradora do bairro Campos da Serra, inclusive está pessoa também teria assinado um documento provando que a sua participação foi forçada e teve sua assinatura falsificada no documento”. Ela também afirma que a candidata da oposição “falsificou documentos de identidade nas fichas de filiação para poder incluir pessoas”. Ouros ainda fala que os fatos foram registrados junto a Comissão Eleitoral, mas “não fizeram nada e simplesmente aceitaram as mudanças feitas pela outra chapa”.

O presidente da Comissão Eleitoral, Vitor Hugo Gomes, rebateu durante a entrevista que “este é um caso isolado. A denúncia de descumprimento de prazos foi apurada, a candidata foi notificada, mas nenhuma chapa foi impugnada. Vão concorrer duas chapas no Campos da Serra.”

A candidata de oposição Fabiane Rodrigues, recebeu o direito de defesa no mesmo veículo e contestou que “a informação passada pela atual gestão, que eu estaria inscrevendo moradores que não são do bairro é falsa. A pessoa inscrita mora no Campos da Serra, porém no momento está fora do bairro. Este caso já foi resolvido conforme a notificação recebida pela UAB.” A respeito da acusação de falsificação de documentos a candidata da oposição diz “esta é uma calúnia um pouco grave, pois ela deveria pensar antes de me acusar no rádio. Inclusive, este fato de conferir a veracidade dos documentos compete ao cartório e a Justiça Eleitoral.”

COMPARTILHAR

LEAVE A REPLY