CUSTO DE VIDA

Preço do gás sobe mais uma vez e aumentos já passam de 50% neste ano

ROGéRIO COSTA ARANTES -     
0
326

O consumidor brasileiro foi mais uma vez surpreendido surpreendido por uma notícia que vai afetar diretamente o seu bolso: a partir desta quarta-feira, dia 11, o preço do gás de cozinha (GLP) vendido em botijões de até 13 quilos vai sofrer um reajuste de 12,9%. Com isso, o preço do gás para uso residencial já aumentou nas refinarias 51,5% em 2017.

Na Serra Gaúcha, os preços nos distribuidores apresentam variação entre R$ 60 a R$ 80, em todos já aplicam o novo aumento. Em Caxias do Sul, apenas quatro das 10 distribuidoras pesquisadas já vendem o botijão com o aumento, e o preço é igual: em todos os locais, o valor chega a R$ 80. Nos seis distribuidores que ainda não aumentaram os preços, o que deve acontecer até o fim da semana, os preços variam entre R$ 65 a R$ 70.

Em Bento Gonçalves, nenhum dos distribuidores havia aplicado o reajuste até o final da manhã desta quarta-feira, dia 11, e não havia previsão para que o botijão tenha alteração no preço. No município, o valor mais barato é de R$ 60 em duas distribuidoras, mas apenas se o consumidor adquirir no local. Nas entregas, os valores variam entre R$ 65 e R$ 69.

Por meio de nota, a Petrobras informou que, caso o aumento seja repassado integralmente ao consumidor final, a estimativa é que o valor do botijão suba cerca de R$ 3,09 por unidade. Este é o quinto aumento no valor do gás de cozinha nos últimos 30 dias.

Segundo dados da Associação Brasileira dos Revendedores de GLP (Asmirg), o Brasil conta com 75 mil revendedoras de gás.

Deixe uma resposta