INCÊNDIO

Fogo na Califórnia ameaça vinhedos e já provocou 23 mortes

ROGéRIO COSTA ARANTES -     
0
534

Fogo consome área na Califórnia desde o domingo, dia 9 (Foto: M. Blake, Reuters/especial)

As chamas devastam a Califórnia desde a noite do domingo, dia 8, e, até a quinta-feitra, dia 12, 22 incêndios já consumiram 69 mil hectares no norte do estado americano. O fogo causou ao menos 23 mortes e deixou 180 feridos.

Os focos de incêndio eclodiram quase simultaneamente numa ampla faixa do norte do estado americano e cresceram exponencialmente. O fogo se alastrou por propriedades de vinícolas e atingiu também cidades rurais e pequenos condados. A foto mostra a destruição na cidade de Santa Rosa.

Cerca de 3,5 mil casas e negócios foram destruídos pelas chamas, em uma área equivalente a 46 mil campos de futebol.

Entre as vítimas em Napa está um casal de 99 e 100 anos de idade, casados há 75 anos, reportou a KTVU-TV. Os idosos não conseguiram sair de casa a tempo.

Os fabricantes de vinhos finos da Califórnia estão lutando para salvar anos de trabalho dos incêndios históricos que varrem a região. As chamas destruíram ou danificaram pelo menos 16 vinícolas em Napa Valley, e muitas na vizinha Sonoma Valley estão inacessíveis devido às chamas espalhadas, de acordo com o comércio.

Nem todas as vinícolas estão na zona de evacuação e muitas estão lutando para proteger as últimas uvas dos crescentes ventos soprando do incêndio que já matou no mínimo 21 pessoas em todo o estado. Cerca de 10% da safra ainda não foi colhida, e grande parte dela é Cabernet Sauvignon, uma das variedades mais caras. No ano passado, os vinicultores da Califórnia movimentaram 238 milhões de caixas de vinho dentro dos Estados Unidos, com um valor no varejo estimado em 34 bilhões de dólares, de acordo com o Instituto do Vinho. As exportações de vinho dos EUA atingiram 1,6 bilhão de dólares no ano passado, com 90% delas provenientes da Califórnia.

Deixe uma resposta