NÚMEROS

Economia caxiense apresenta melhora em março, mas queda de 2,7% no trimestre

RICARDO DE SOUZA
0
25

A expectativa do empresariado caxiense de que 2017 seria um ano de retomada ainda não está se confirmando. Apesar de uma ligeira recuperação em março, com uma alta de 5,7% em relação a fevereiro, os números indicam que a economia de Caxias do Sul fechou o primeiro trimestre com uma queda na ordem de 2,7%. Os dados foram apresentados nesta quarta-feira, dia 2, pela Câmara da Indústria, Comércio e Serviços e pela Câmara dos Dirigentes Lojistas.

O diretor da CIC, Mauro Corsetti, aponta que o cenário de incertezas em relação ao futuro político e econômicodo país ainda é um dos principais responsáveis pelo cenário econômico desfavorável. Outro ponto citado por Corsetti é a alta na taxa de juros, que freia a busca por crédito para investimentos. “Apesar da queda da inflação, que é um fator positivo para a economia, estamos com uma taxa de juros muito alta. A taxa de juros real praticamente aumentou. E aumento de taxa de juros nessa época dificulta a retomada do crescimento. Então essa situação e a ausência de medidas mais impactantes na economia gerou uma certa decepção”, argumenta.

Indústria começa a apresentar indícios de retomada em Caxias do Sul (Foto: Ricardo de Souza/Grupo RSCOM)

A boa notícia apresentada pelas entidades empresariais é uma retomada mais consistente da indústria. Nos três primeiros meses do ano, os números apontam para um equilíbrio. Em março, a alta foi de 6,6%. Os bons números da indústria refletem nos empregos. O setor industrial e a construção civil abriram 1.186 vagas em 2017.

 

Deixe uma resposta