TURISMO EM ALTA

Bento atrai mais de 1,4 milhão de turistas em 2017

BRUNO MEZZOMO -     
0
48

Em um cenário que mostra o turismo como uma das atividades econômicas de maior crescimento no Brasil e no mundo, a política pública de incentivo e fomento ao turismo, implementada pela Prefeitura de Bento Gonçalves tem produzido importantes resultados. De acordo com dados divulgados pela Secretaria Municipal de Turismo (Semtur), a Capital do Vinho atingiu a marca de 1,4 milhão visitantes nos roteiros turísticos em 2017, correspondendo a um aumento de 8,5%, em relação ao ano anterior.

As estatísticas apontam também o Vale dos Vinhedos como o roteiro mais procurado, com 415.957 visitas, seguido do Caminhos de Pedra (95.308), Vale do Rio das Antas (82.895), Cantinas Históricas (27.887), e Encantos da Eulália (23.256), porém em abrangência municipal os atrativos urbanos se destacam, com 830.368 visitantes.

O levantamento mostra ainda que foram atendidas 34.301 pessoas nos Centros de Atendimento ao Turista (CAT’s). Apenas o da Pipa Pórtico realizou 21.216 atendimentos, compostos em sua maioria por turistas brasileiros – destaque para a região sul e sudeste –, uruguaios, argentinos, alemães e italianos. Os meses de maior fluxo foram Julho, Abril, Janeiro, Dezembro e Junho, respectivamente. “O período de férias escolares é considerado alta temporada e, surpreendentemente, abril por conta dos feriados do ano passado”, observa o secretário da pasta, Rodrigo Ferri Parisotto.

Outro número relevante é no segmento de feiras e eventos que, só a Fundaparque, levou 274.431 pessoas em 2017. Os visitantes participaram de promoções do setor moveleiro, ambiental, de tecnologia, entre outros.

No mesmo âmbito, a Semtur promoveu 45 eventos, contra 28 em 2016. Parisotto atribui a conquista ao empenho da equipe. “Não medimos esforços para promover Bento Gonçalves e sua vasta quantidade de atrativos. Participamos de eventos nacionais do Turismo e estamos sempre inovando e buscando novas alternativas para ampliação do números de visitantes”, complementa.

A Secretaria de Finanças mede o impacto do ISSQN (Imposto de Serviços sobre Qualquer Natureza) pelas atividades econômicas do ramo. De acordo com os registros, R$ 2.481.711,42 foram arrecadados no município por meio do turismo.

Ainda, o Secretário destaca a importância das produções cinematográficas para a divulgação do Município no Brasil e no exterior. “Já contabilizamos quase 30 filmes que tiveram Bento como cenário. Entre eles, um dirigido por Selton Mello”, evidencia.

A SEMTUR faz a compilação das informações captadas junto às associações das rotas turísticas, aos empreendimentos, ao Bento Convention Bureau, ao Sindicato Empresarial de Gastronomia e Hotelaria Região Uva e Vinho (Segh), às Secretarias Municipais de Esportes e de Finanças, entre outros parceiros.

Comparativo 2016-2017

Número de visitantes no Município: 1.359.393 – 1.475.671

Rota Vale dos Vinhedos: 410.149 – 415.957

Rota Encantos da Linha Eulália: 26.318 – 23.256

Rota das Cantinas Históricas: 27.700 – 27.887

Rota Vale do Rio das Antas: 73.420 – 82.895

Rota Caminhos de Pedra: 93.890 – 95.308

Atrativos urbanos: 730.991 – 830.368

Ocupação Hoteleira: 47,99% – 46,65% (dados do Segh)

ISSQN (Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza): R$ 2.462.356,00 – R$ 2.481.711,42

Número de atendimento nos Centros de Atendimento ao Turista (CAT’s): 41.312 – 34.301

Acessos ao site da SEMTUR (www.bento.tur.br): 85.162 – 67.698

Mudanças no setor

Mais um evento se fixa ao calendário turístico do Município: o Brique Colonial, que é realizado mensalmente, no segundo sábado, e leva produtos artesanais da região e produtos certificados pelo Selo Sabor de Bento, como geleias, pães, cucas, biscoitos, entre outros, ao centro da cidade.

Além disso, as atrações anuais tiveram seus nomes renovados, como Bento em Vindima passou a se chamar Estação Vindima, o Bento em Páscoa agora é Doce Páscoa, o Bento Sensação ficou denominado Retratos de Outono, o inverno ganhou o nome de Inverno de Sensações e, por fim, a Estação Primavera alterou para Encantos de Primavera.

 Terceiro destino mais ofertado do Estado

Uma coleta realizada pelo Observatório do Turismo do Rio Grande do Sul divulgou a lista dos municípios gaúchos ofertados pelas 83 principais Operadoras Turísticas do Brasil. Dos dez destinos mais procurados, oito são na Serra Gaúcha. Mais uma vez Bento Gonçalves se consagra como o terceiro destino, atrás de Gramado e Canela. Na sequência aparecem Garibaldi, Nova Petrópolis, Carlos Barbosa e Monte Belo do Sul.

A pesquisa foi realizada nos meses de novembro e dezembro, e se refere ao ano de 2017. O objetivo do estudo é monitorar o posicionamento dos destinos turísticos gaúchos no mercado nacional, oferecendo aos municípios recursos para a gestão do processo de comercialização.

Projetos em andamento

– Reforma e readequação da Casa da Cultura (Casa do Vinho) e do Centro de Comercialização de Produtos Artesanais;

– Mobiliário e paisagismo da Rua Coberta;

– Paisagismo no entorno do Complexo Cultural;

– Pórtico na rota Caminhos de Pedra.

Deixe uma resposta